Vacinar ou não vacinar: Críticas a Bolsonaro não têm fundamento, diz deputado

Médico há mais de 45 anos, o deputado federal Dr. Luiz Ovando (PSL-MS) afirma que as críticas recebidas pelo Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por não querer se vacinar são feitas sem conhecimento.
Em vídeo divulgado em suas redes sociais, o parlamentar faz cinco perguntas e diz que quem conseguir respondê-las pode manter as críticas ao presidente.
O objetivo, segundo ele, é mostrar “que ninguém tem razão, ninguém está errado” em relação à Covid-19, doença nova que ainda está sendo estudada por cientistas do mundo todo.
As perguntas são: “quais os resultados da fase 4 da vacinas”, “por quanto tempo as vacinas mantêm a imunidade?”, “quem teve a Covid-19 está protegido?”, “a vacina em quem já teve a Covid-19, melhora proteção?” e “essa vacina protege contra os vírus readaptados pela mutação?”
O deputado garante que ninguém, nem os cientistas, têm respostas para as questões. “As pessoas têm o hábito de criticar sem fundamento e conhecimento. Tudo em relação à Covid-19 é novidade”, afirma.
O médico, no entanto, orienta que as pessoas se vacinem, até mesmo para ajudar no resultado sobre a eficácia dos imunizantes. “Quando chegar a sua vez, vacine”, recomenda.
No Twitter, Ovando se manifestou sobre os críticos do tratamento precoce. “Quando vencermos a Covid-19, eles vão fazer mea-culpa. Poderíamos ter salvado milhares de vidas com o tratamento da Covid-19 na fase inicial”, argumenta.

Assista o vídeo na íntegra