Na entrega de 448 moradias na capital, Luiz Ovando destaca sensibilidade de Bolsonaro

O deputado federal Dr. Luiz Ovando (PSL) destacou a sensibilidade do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), ao privilegiar projetos que visem o bem-estar dos brasileiros, especialmente das camadas mais necessitadas. 

A declaração foi feita nesta sexta-feira (4), durante solenidade de entrega de 448 apartamentos em Campo Grande, com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. 

“Todas as reformas estruturais, como a tributária, trabalhista e previdenciária, são importantes para o país a fim de reduzir o tamanho da máquina e o peso do Estado. Mas nada é mais importante que fazer com que famílias necessitadas consigam realizar o sonho de ter sua casa própria”, afirmou o deputado.

Segundo Luiz Ovando, o presidente Bolsonaro trabalha sua gestão para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros. “É um homem sensível às necessidades da nação. Ele se preocupa com cada um dos brasileiros porque acredita no potencial do nosso povo”, acrescentou.

O parlamentar, que é médico há mais de 45 anos, também destacou a gestão do governador Reinaldo Azambuja, que, segundo ele, tem transformado Mato Grosso do Sul econômica e socialmente.  “Seu governo tem permitido ao Estado bater vários recordes”, declarou, informando que a expectativa é que Mato Grosso do Sul colha safra recorde de 22 milhões de toneladas de grãos. 

Moradias

Ao todo, os residenciais Aero Rancho CH7 e CH8 vão proporcionar moradia digna a cerca de 1,8 mil pessoas. O investimento nos dois empreendimentos foi de R$ 42,2 milhões, entre recursos federais e contrapartidas do governo do estado.

“Estamos entregando mais um residencial do Programa Casa Verde e Amarela. Essa tem sido uma orientação do nosso presidente Bolsonaro, de não paralisarmos obras iniciadas em governos anteriores. Mais importante do que fazer o discurso e começarmos obras novas, é terminarmos as que já foram iniciadas anteriormente”, afirmou o ministro. 

“A satisfação que vemos no rosto das pessoas que são contempladas com uma unidade habitacional é a satisfação que nós temos de servir a um governo que está preocupado em se direcionar, em trabalhar para as populações mais humildes”, completou Marinho.

Os empreendimentos fazem parte do programa Casa Verde e Amarela, que tem como meta atender 1,2 milhão de famílias até o fim de 2022. Lançada em agosto do ano passado, a iniciativa busca facilitar o acesso da população a uma moradia digna, assegurando mais qualidade de vida. O objetivo do programa é realizar a regularização fundiária de mais de 100 mil imóveis de famílias de baixa renda até o fim deste ano. O programa prevê também reforma e ampliação do imóvel, serão atendidos proprietários de imóveis escolhidos para regularização fundiária, com renda mensal de até R$ 2 mil. Outra diferença deste programa para outros de governos passados, é que ele permite a renegociação de dívidas dos mutuários de baixa renda, já que a taxa de inadimplência chega a atingir até 40% dessas famílias.

Participaram da solenidade a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Júnior, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, além parlamentares estaduais e federais e secretários de Estado.