Dr. Ovando defende mais clínicos para melhorar atendimento do SUS

O deputado federal dr. Luiz Ovando (PSL-MS) defendeu nesta quarta-feira (10), em entrevista ao Grupo Feitosa de Comunicação, a formação de mais médicos clínicos para resolver grande parte dos atendimentos básicos nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS).

Médico há mais de 45 anos, Dr. Luiz Ovando disse que tem participado de discussões do Centro de Estudos e Debates Estratégicos (CEDES) da Câmara dos Deputados. Uma das preocupações, segundo ele, tem sido a necessidade de o país formar mais médico na especialidade clínico.

“O SUS hoje funciona muito bem. Faz um grande trabalho. A única falha do sistema está justamente no atendimento primário”, avalia Ovando que, além de clínico, é cardiologista, intensivista e geriatra.

Segundo ele, a clínica médica está deixando de existir, quando se trata de especialidade essencial para resolver 80% dos casos primários. “Hoje, a pessoa chega com dor de cabeça e o médico já manda fazer tomografia, sem examiná-la minuciosamente, fazendo um atendimento básico incompleto”, afirma.

Explica que tem orientado prefeitos para que os municípios valorizem, contratem e resgatem profissionais clínicos. “Sempre que posso, tenho conversado com nossos prefeitos sobre a importância de a cidade ter clínicos para a população que busca atendimento básico. O clínico resolve”, diz.

Covid-19

O parlamentar destacou a importância do tratamento precoce contra o coronavírus. Lembrou que o próprio Conselho Federal de Medicina não recomenda nem proíbe esse procedimento, deixando a decisão para o médico e paciente. “O tratamento precoce pode salvar vidas, pois reforça a imunidade do corpo”, defende.

Ovando critica as orientações de especialistas sobre apenas uma forma para combater o coronavírus. “Temos experiência como médico. Não desses que estão hoje ditando regras diariamente, em gabinetes, no computador, no ar condicionado. Experiência de quem esteve e ainda está na linha de frente de várias doenças”, comentou.