Dr. Luiz Ovando aproveita recesso e se reúne em Brasília com 4 ministros em busca de recursos para o Estado

Mesmo com recesso do Congresso Nacional e o esvaziamento de Brasília por causa das férias, o deputado federal dr. Luiz Ovando (PSL) não diminui o ritmo de trabalho e teve ontem (quarta-feira) audiências em quatro ministérios. O giro pela Esplanada dos Ministérios durou pelo menos seis horas, entre 11 horas e 17 horas.

O objetivo do parlamentar é liberar recursos de emendas ao Orçamento da União, discutir e resolver problemas relacionados à educação, economia e agricultura. “Tivemos um dia movimentado com bons resultados para o Estado”, afirmou dr. Ovando, ao deixar o prédio do Ministério da Agricultura, onde teve seu último dos quatro encontros do dia.

A maratona pela Esplanada começou logo pela manhã com o ministro da Educação, Milton Ribeiro, com quem o parlamentar sul-mato-grossense discutiu o ensino superior e a implementação de escolas cívico-militares, um dos futuros da educação do país, segundo dr. Ovando.

Em seguida, o deputado seguiu para o Palácio do Itamaraty, onde se reuniu com o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Entre os assuntos, está a Rota Bioceânica, que cruzará parte do Estado em direção a portos no Paraguai e Chile, na América do Sul, e da China, através do Oceano Pacífico. O parlamentar também apresentou propostas para estimular o comércio nas fronteiras e a abertura do escritório do Itamaraty em Campo Grande para atender as demandas do Estado.

O próximo destino foi a poucos metros do Itamaraty, no Palácio do Planalto, onde a reunião aconteceu com o General Ramos, ministro-chefe da Secretaria de Governo. “Fiz vários pedidos ao ministro, especialmente em relação à liberação de recursos do Orçamento, e também repassei ao General minha participação nas ações políticas em que o Governo federal está envolvido em nosso Estado”, afirmou.

Apesar de médico, dr. Luiz Ovando é um dos grandes entusiastas e incentivadores da agropecuária sul-mato-grossense, um dos pilares econômicos do Estado. E a última parada da quarta-feira movimentada em Brasília ocorreu por volta das 16 horas com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina Corrêa da Costa.

O deputado pediu à ministra, que é sul-mato-grossense, a destinação de um caminhão tanque para os pequenos produtores de leite da região de Iguatemi, discutiu projetos para o setor em 2021 e conversou sobre a eleição na Câmara dos Deputados.