Deputado Federal Dr. Luiz Ovando fala sobre o começo das eleições municipais no Estado.

Com o início do período eleitoral, onde os Sul-Mato-Grossenses poderão escolher seus representantes municipais, a responsabilidade é grande, por isso é importante conhecer os candidatos, suas propostas e sua vida pregressa. O eleitor não pode se deixar enganar por aqueles que usam o nome do nosso Presidente Bolsonaro de forma leviana, apenas para ganhar sua atenção e seu voto, por sua vez, é preciso que candidatos não usem estratégias escusas que não coadunem com a sua realidade ou a do partido, por isso o eleitor deve usar a tecnologia e a comunicação a seu favor para pesquisar e assim, poder avaliar bem os candidatos. 

“Quero desejar eleições baseadas em princípios éticos e morais, que as campanhas ocorram com responsabilidade, integridade e respeito”, diz Ovando.

O Deputado Federal vêm participando de diversos lançamentos de candidaturas por todo o Estado, incentivando companheiros na caminhada democrática. 

Convenção em Bela Vista – MS

O Parlamentar tem visitado cidades onde parceiros, correligionários e amigos da Igreja estão se candidatando para dar um novo alento para sua população.  “Temos grandes quadros com discursos e projetos coerentes com suas trajetórias pessoais e profissionais.  Agora é hora do eleitor captar isso e eleger pessoas de bem , que possuam na sua biografia um leque de boas práticas, valores, que defendam a família e também que sejam visionários para que suas cidades possam crescer e desenvolver com projetos amplos e significativos.” disse o parlamentar.

O Brasil terá uma eleição diferente esse ano por conta da pandemia, por este motivo, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realizou Consulta Pública nº 1/2020 sobre os impactos da pandemia de Covid-19 nas Eleições Municipais de 2020, o documento foi elaborado a partir das contribuições de 68 entidades e traz recomendações e protocolos que visam proteger cidadãos e servidores da Justiça Eleitoral no pleito deste ano, tais como: convocação dos mesários a fim de evitar a exposição de pessoas à contaminação pelo novo coronavírus, a definição de um protocolo de segurança sanitária, suspensão da identificação biométrica dos eleitores, as marcações nas seções eleitorais para garantir o distanciamento social, o fluxo de votação foi adaptado para que o eleitor passe pela mesa receptora de votos apenas uma vez, antecipação do horário de votação em uma hora, iniciando às 7h, com o intuito de evitar a formação de filas, por fim, eleitores com mais de 60 anos terão prioridade para votar nas primeiras horas do dia, das 7h às 10h.

Segundo Dr. Luiz Ovando, o protocolo serve para trazer mais celeridade e segurança ao processo e deve ser respeitado.