Deputado Federal Dr. Luiz Ovando, defende Governo sobre mudança em contagem de casos de Covid-19.

O deputado federal Dr. Luiz Ovando (PSL/MS) falou hoje (8), durante debate para o programa da CNN, que as informações divulgadas pelo Governo em decorrência das mortes causadas pelo coronavírus no Brasil, estão corretas e afirma que o Governo está trabalhando para mostrar 100% dos dados, ao contrário do que está se discutindo em certas mídias tendenciosas. Ovando alegou ser preciso fazer a contagem de número de mortes de Covid-19 por milhão de habitantes, “O Brasil está em torno de 260 mortes por milhão de habitantes e se encontra na 7º ou 8º posição mundial. A Bélgica chegou a 800 e poucos por milhão de habitantes e é um país de primeiro mundo”.

De acordo com o parlamentar, há três meses os brasileiros só recebem informações tétricas, exaltando diariamente o número de mortes ao invés do número de recuperados. “Temos visto um cenário de banquete fúnebre em que se tem certo prazer de divulgação dos fenômenos adversos em relação à mortalidade e disseminação da Covid-19”.

O bolsonarista afirmou ainda que quando o presidente da República, Jair Bolsonaro, baixou decreto em 4 de fevereiro colocando o país em situação 3 para ter mobilização, alguns Governadores, como o do Rio de Janeiro e de São Paulo decidiram mesmo assim realizar o Carnaval. “O governador de São Paulo disse que não tinha motivo para preocupação e quis fazer o maior carnaval do Brasil. A população não sabe disso, não adianta divulgar números e assustar o cidadão, as atitudes tinham que ser tomadas anteriormente”, destacou o Deputado. 

Sobre a OMS, o Deputado acredita que o mundo está em fase de aprendizado em relação à Pandemia. “A OMS está mostrando isso. Qual a credibilidade devemos dar a OMS que cada semana muda sua orientação e inclusive suspendeu o experimento com a cloroquina e imediatamente teve que se retratar”, questionou.

Conforme o deputado, o Ministério da Saúde tem sido transparente no que apresenta e o Governo Federal vem trabalhando incessantemente para salvar vidas e preservar empregos no Brasil. “Os atos valhem mais que palavras, e o Governo do Presidente Bolsonaro, tem gasto mais que muitos países avançados, mesmo assim, ele ainda somos criticados”, diz Ovando.