Deputado Dr. Luiz Ovando participa de palestra na Quarta Formação Continuada de Capelania Escolar em Campo Grande.

Na foto estão Walter Pavon, Akeber Pavon, Capelã Marcia Donea e Kedma

O Deputado Federal Dr. Luiz Ovando participou neste último dia 04 de julho, de evento na Terceira Igreja Batista de Campo Grande, onde teve a oportunidade de Palestrar para os capelães escolares cujo tema da Oficina foi Resiliência – Ser e Conviver.

Capelania Escolar é um serviço de apoio espiritual comprometida com uma visão da integralidade do ser humano, ou seja, espiritual, emocional, social e físico,  que procura atender toda a comunidade escolar: alunos, professores, funcionários e a família. O Ministério da Capelania Escolar, existe para inspirar, capacitar e consolidar voluntários para prestar assistência nas escolas.

Em Campo Grande, a Capelaria Escolar atende basicamente duas escolas, a Escola Estadual José Maria Hugo Rodrigues com 1.300 alunos e a Escola Municipal Dr. Eduardo Olímpio Machado com 2.400 alunos.

Segundo o Deputado, “me sinto honrado pelo convite que me foi feito pela Capelã Marcia Doneda, por Akeber Pavon e Kedma. Poder palestrar para os capelães escolares é poder contribuir para um serviço que acredito ser uma importante ferramenta de apoio e uma porta de entrada para a igreja junto ao desenvolvimento da comunidade local no que diz respeito ao social”.

O Serviço é gratuito para as escolas uma vez que será desempenhado voluntariamente por capelães reconhecidos e habilitados pelo Conselho Estadual de Capelânia, além de possuírem conduta moral e profissional ilibadas. Para poderem prestar os serviços voluntários, tem que haver manifestação dos interessados, não sendo obrigatória a participação de alunos, professores e demais funcionários nas escolas em nenhuma das atividades oferecidas.

“A oficina foi uma experiência maravilhosa em conhecimento, reflexão, orientação e cuidados em todas as áreas do ser, como os líderes e capelōes escolar”, disse Márcia.

Capelã Marcia Doneda e o Deputado Federal Dr. Luiz Ovando

 Ela considera uma missão que possui limites dentro dos quais, se bem cumprida, servirá de meio para canalização da graça de Deus junto aos públicos assistidos, resultando em benefícios para as pessoas que ali trabalham suas respectivas famílias, instituições e a sociedade em geral.

Dr. Luiz Ovando