CNI: Pesquisa sinaliza as dificuldades enfrentadas pelas Indústrias devido à Covid-19.

A pandemia de coronavírus atingiu as empresas industriais e trouxe dificuldades diversas para atravessarem este período de crise. Sete em cada dez empresas industriais citam a queda no faturamento entre os cinco principais impactos da covid-19.

Os setores que mais sofreram, foi o vestuário, calçados, móveis, têxteis, impressão e reprodução, a Indústria de transformação foi a que mais perdeu receita diante dos demais segmentos. Segundo as empresas industriais, o pagamento como tributos, fornecedores, salários, energia elétrica, aluguel, transporte e logística está extremamente difícil.

A sondagem ainda aponta os principais fatores pelo qual as indústrias brasileiras perderam faturamento, dentre eles estão:

  • Queda de faturamento;
  • Queda da produção;
  • Inadimplência dos clientes;
  • Cancelamento de pedidos;
  • Paralisação de produção;
  • Piora no acesso ao crédito;
  • Queda da produtividade da mão de obra
  • Falta de insumos, matérias-primas;
  • Dificuldade de transporte e meios de escoamento da produção
  • Falta de mobilidade para os trabalhadores;
  • Indisponibilidade de trabalhadores – absenteísmo.

A pesquisa é de extrema importância, pois ela pode ajudar a sinalizar como a indústria estará pós-pandemia e a importância da adoção de medidas para a recuperação econômica, como facilitar o acesso ao crédito, incentivar a redução de juros e reduzir burocracias.

Como Parlamentar, precisamos unir esforços para juntos buscarmos soluções na manutenção do emprego e dos negócios no país, para que assim o Brasil possa voltar a crescer.

Todo o estudo está disponível no portal da CNI no endereço:

https://noticias.portaldaindustria.com.br/noticias/economia/coronavirus-70-das-industrias-brasileiras-perderam-faturamento/?utm_campaign=cni_sondagemindustrial&utm_content=mb4